Sim, fui passar uns dias em Sampa. E como eu adoro essa cidade… Nunca escondi isso de ninguém. Conheço muita gente que mora lá e reclama horrores. Mas eu que adoro praticidade e rapidez, viveria por lá feliz da vida, feito pinto no lixo, muito bem obrigada! =)

 
Fui lá a trabalho e como sempre, alegria total! Sempre volto dessas viagens cheia de inspiração e renovada. Dessa vez a viagem foi atípica: muito mais coisa para fazer e visitar do que de costume: reuniões de trabalho, compra de matéria prima para desenvolver minhas criações… E no meio de tudo isso, aquela  sensação de que o tempo era pouco para tanta coisa… Mero engano meu bem. Pois quando a agenda está organizada, se faz tudo e a gente ainda se diverte. É ou não é? 
E como essa viagem estava organizada já tinha uns 3 meses (sim, sou uma mulher desse planeta que para viajar precisa deixar todos os meus projetos encaminhados, além da casa, marido, cachorros, plantinhas e blá, blá, bla…), consegui fazer tudinho que estava agendado e ainda tirei umas horinhas para me diverti. 
 
Tirei a sexta-feira para isso. E adivinhem para onde eu fui? Passear lá na Vila Madalena. O bairro mais querido de São Paulo e que me deixa com vontade de comprar uma casa e me mudar para lá todas as vezes que o visito. Mas dessa vez a minha ida por lá foi diferente. Não fui apenas visitar os ateliês de sempre. Fui lá, também, conhecer de perto um atelier super colorido, cheio de vida e coisas lindas, comandado pela minha querida amiga (agora não mais virtual), Verônica Kraemer: o Além da Rua Atelier.
Eu voltei de lá ma-ra-vi-lha-da. Não apenas com o lugar, que é encantador, mas, principalmente, pela pessoa que a Ve se apresentou: cheia de vida, super simpática e muito, muito carinhosa. Ela merece tudo de bom que tem na vida e muito mais, pois é gente do bem!
Foi um dia lindo, com direito a almoço juntas, um papo gostoso, café quentinho, brincadeiras com a Mi (sua cadela fofa!) e muita, muita risada! E ela é tão querida que ainda me mandou ontem as fotos! =) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Já viram que o dia rendeu, não é? Ah, e ainda passeamos pela Paes Lemes, porque ela tinha me prometido e é uma mulher de palavra (risos!). Ve, querida, obrigada pelo carinho e pelo tempo dedicado. Você é demais. 
 
E para quem já visitou este ateliê lindo sabe muito bem do que eu estou falando. E para quem não o conhece, fica a dica: Vai ou está em São Paulo? Passa lá! O pior que pode te acontecer é você não quer mais sair de lá, como aconteceu comigo… =)
 
Mari.

Comente:

comentários