Essa semana recebi um e-mail que me deixou com um sorriso de orelha a orelha. É uma história que vocês, veteranos na blogosfera, já devem está carecas de ler, ver, receber… mas eu, que sou novata aqui, fiquei muito emocionada… 
Resumindo a história: eu não a conhecia, ela também não me conhecia. Mas, neste mundo moderno onde a internet existe para sermos encontrados, foi justamente isso que aconteceu, ela me achou. E não bastando isso, me escreveu contando uma história linda que fez meus olhos encherem de lágrimas…  Quando li e vi as fotos que ela me mandou, eu fiquei tão feliz que eu pedi, na hora, para mostrar a vocês. E ela aceitou. Obaaaaaaa! Mas já aviso que só vou compartilhar as fotos, viu? Pois o e-mail é só meu!  =) 
E eu não faço isso para sentir meu ego amaciando, não. Afinal, “graças a Deus” eu nasci bem servida de auto estima (risos). O que me motivou a fazer este post -SUPER ESPECIAL- foram o capricho e a delicadeza sem fim que recebi dela…
Aninha, minha flor, como lhe disse, aqui está sua linda obra, para todo mundo, merecidamente, conhecer! =)
A Aninha se inspirou nas banquetas da minha cozinha, lembram delas? Olha aqui
Primeiro, a Aninha pintou uma das prateleira de azul…
Depois, ela pintou a outra de vermelho…
Depois de secas, ela colou as etiquetas de lacrar envelopes para criar os poás e, para finalizar, passou o verniz para proteger. Ela fez o passo-a-passo igualzinho como eu ensinei. E olhem o resultado das prateleiras dela! Não ficaram fofas de lindas?! 
Aninha, adorei conhecer as “filhas” das minhas banquetas. E eu espero, de coração, que a sua casa continue assim, linda e cheia de cores, como ela merece… 
Mari.

Comente:

comentários