Estou em uma fase muito inquieta do meu trabalho. Acho que quem trabalha com arte passa muito por isso. Eu acredito que, se não há inquietação o trabalho estagna, vira mesmice e perde um pouco da sua beleza. E essa inquietação toda tem me feito buscar novas técnicas e novos desafios desde que o ano começou. E isso é muito bom, pois aprender algo novo é sempre bacana, e além disso, essa “busca” pelo novo sempre me rende bons frutos, que acabo complementando com aquilo que eu já sei. Em outras palavras, meu bem: evolução! =)
 
Dos estudos que eu tenho me dedicado, pesquisado, me interessei bastante por carimbos artesanais. É! Eu quero muito aprender a criar meus próprios carimbos, com meus desenhos e caligrafia… Fazer algo bem autoral, sabe? Mas para isso: estudos, estudos…  
 
E um dos primeiros que fiz, foi um ensaio de carimbo bem básico feito de cortiça. Eu sei, seu sei, você vai me dizer que a técnica é manjada, né? Tudo bem, você está certíssima(o)! Mas, como eu estou aprendendo e nunca tinha feito, quis testar. =) 
 
Minhas conclusões: não é muito complicado de manusear, mas achei que a cortiça ainda é um material rígido para carimbar (comparado com a borracha), e por isso a tinta não adere muito bem. 
 
E mesmo com pontos negativos, eu confesso, o ensaio me rendeu uma tarde bem divertida, olha aí:
 
Meu DIY- carimbo cortiça:
 
 
Eu parti, é claro, da forma mais básica e fácil de fazer: um coração. Afinal, para andar precisamos primeiro engatinhar, né?
 
 
 
 
 
Outra coisa que queria compartilhar com vocês: Hoje esse cantinho colorido está completando 4 meses. É apenas um bebê, mas para a minha felicidade, ele já vive como se tivesse maior idade. Muito, muito obrigada pelo carinho, pelas visitas, pela amizade…
Um beijo bem colorido de agradecimento para toda(o)s vocês.
Mari.
 

Comente:

comentários