Este final de semana criei coragem e resolvi arrumar meu ateliê. É que sou “chatinha” mesmo. Não consigo trabalhar no caos. Quando começo a ver papel, tintas e pinceis para todo lado percebo que o trabalho fica lento, sabe? E para solucionar a matemática: bagunça + pouco espaço, o que eu fiz? Recorri ao meu fiel escudeiro: o caixote de feira! 
 
Já falei para vocês que adoro caixote de feira? Pois, gosto! Tanto quanto gosto de banquinhos e de cores… Acho eles super versáteis. Dá para usar de várias formas: para organizar brinquedos (estão escutando mamães!), como jardineira, como criado mudo, como revisteiro (tenho dois aqui em casa, olha aqui!). Mas você também pode usá-los como eu fiz aqui neste final de semana: 
 
 
 
Resolvi fazer uma estante! E foi fácil, fácil! Bastou lavar bem os caixotes, deixar secar, empilhar e pronto!
 
 
Para quem gosta de colorir, é só pintar com tinta acrílica ou esmalte. Fica a gosto do freguês! Eu gosto da rusticidade da peça e sempre os deixo no tom natural. No máximo, dou uma boa lixada. Mas neste caso nem isso eu fiz! =)
 
E o resto? Bom, o resto são os detalhes, que para mim fazem toda a diferença… Olha aí!
 
 
 
 
Saldo do final de semana? Uma estante graciosa, uma bagunça domada (Uhuuuuu!) e um sorriso de felicidade que não cabia na boca!
 
E aí, se animou? Então corre! Vai garantir seu caixote na feira mais próxima! =)
 
Mari.

Comente:

comentários