Quem me acompanha no instagram (@minhacasamaiscolorida), já sabe que eu dei uma repaginada no nosso quarto tem umas semanas. E a turma de lá começou a perguntar, perguntar, perguntar sobre a nossa cabeceira, que me vi na obrigação, como boa amiga que sou, de vir aqui compartilhar a ideia com vocês.
Mas sabe, eu tenho antes que confessar: eu gostava muuuuuuito de como o nosso quarto era, lembra? Mas aí, o Antônio nasceu, está crescendo e interagindo com a casa agora, sabe? E foi aí que toda essa história de mudança no quarto-cabeceira começou. A cama posicionada sob a janela ficou perigosa demais para o Antônio que AMA ficar na nossa cama. Então decidimos que era hora de mudar a cama de lugar, novamente.
Como a pintura do quarto já estava gasta, precisando ser renovada, aproveitei o embalo e pensei em fazer umas mudanças junto. Nada demais, nem muito caro, mas que desse um ar de quarto novo, sabe? Como também, nunca tivemos uma cabeceira na nossa cama (nunca quisemos na verdade), pensei que a mudança do quarto, dessa vez, partiria daí: fazer a nossa primeira cabeceira. Queria algo bacana e, ao mesmo tempo barato, que me desse como resultado algo moderno, bonito, mas sem muito esforço. Complicada essa conta? Espera lá que você vai ver que não.
Bom, definido o projeto, lá fui eu procurar umas referências no meu amigo do peito o Sr. Google, para ter uma noção por onde eu ia começar. E foi aí que bicho pegou. O que era pra ser uma pesquisa rápida e super fácil, virou em uma lista infinita e muito cansativa. Encontrei projeto de cabeceira de tudo que era tipo: feita com estêncil, com washi tape, com fita isolante, com estrado de cama, com grade antiga, com pallets… Cansei! Parei a minha busca. Tenho um filho pequeno, gente! Não tenho mais tempo de ficar horas na internet buscando referências (risos). Então, a ideia ficou de molho por uns dias, até quando fui comprar o material de pintura para quarto e vi uma placa de pinus linda para vender na loja. Pronto! Meus olhinhos brilharam, meu coração disparou. Foi amor à primeira vista. Fi-nal-men-te, eu tinha achando a nossa cabeceira da cama. E melhor, já quase pronta, só esperando por mim. Eu precisava apenas trazê-la pra casa, tratá-la e colocá-la nossa parede. <3.
 
COMO FIZ
Comprei a placa de pinus na medida ideal da nossa cama, que é um modelo king size. 
A placa tem: 200 cm x 60 cm x 2 cm (C x A x L). 
Veio crua, apenas lixada. Então eu tive que selar.
COMO? 
Lixei levemente, com lixa pra madeira, limpei e apliquei duas demão de selador para madeira, respeitando sempre o tempo de secagem conforme indicação do fabricante. Depois de seca, apliquei cera incolor de carnaúba e dei polimento com pano seco e macio. 
 
Bom, pintura das paredes pronta, era hora da cabeceira ir pra parede. E a instalei dessa forma:

Depois de instalada, tcharam! O nosso quarto, ou melhor, o nosso ninho, ficou assim. Esse chamego todo aí, ó:

 

 
O resto ficou por conta dos detalhes. Sempre, né?
  • Pintura da parede da cabeceira, num cinza escuro pra ornar com o tom claro da madeira (fiz esse tom da parede, misturando corante preto de parede na tinta acrílica branca, no acabamento acetinado);
  • Novos abajures, que eu comprei na Tok&stok;
  • E a almofada cruzetas (em preto e branco), que comprei na Mooui.

E foi assim que ganhamos um espaço com cara nova, novos ares… Um ninho coloridinho só pra gente, de novo.  =)

Até mais, 
Mari.

Comente:

comentários