Não escondo de ninguém meu amor por banquinhos. E não importa o tipo, o tamanho, a cor… Adoro e pronto! Semanas atrás estava  na casa de uma cliente, (para quem é novo por aqui é melhor ler aqui e aqui para entender melhor a história), eu vi uns banquinhos lindos. Eles estavam um pouco maltratados com o tempo, é verdade, e por isso, estavam escondidinhos dos olhos de quem passava por lá. Mas quando os vi, e melhor, percebi todo o potencial deles, sugeri, sem rodeios, se ela não queria repaginá-los. A cliente na hora ficou meio assim, achando que era algo impossível de fazer. Mas mostrei que não era tão difícil ou impossível como ela pensava, não… Ah, e antes que você me chame de cruel por não ter fotos do ANTES, eu me defendo: na hora estava com 1000 coisas para fazer e não tive tempo de tirar.   

 

A idéia que eu tive para transformá-los foi simples:
 
1° PASSO: Escolha do azulejo
 
Aproveitei sobras de azulejo que eu utilizei no projeto de interiores da cliente. E, antes que você me pergunte, eu te digo: a referência do azulejo é: pop turquesa, linha retrô da Eliane, 15,5 x 15,5 cm. As peças são vendidas por unidade.

 

2°, 3° e 4° PASSOS: Eu lixei muito as peças para tirar todo o verniz, limpei e os pintei. Depois de secos, foi só colar os azulejos. Para isso, eu usei cola cascorez secagem rápida. 

 

 
Pintei com tinta esmalte vermelha. Dica: para ficar num tom de vermelho mais fechado, coloquei, devagar, viu?, algumas gotas de esmalte preto 😉
E voilà! Peças prontinhas esperando ansiosas a hora de voltar para casa! A cliente não acreditou que eram as mesmas banquetas quando as viu = ela amou! Êba!
 
 

 

E aí, gostou?
Um ótimo domingo para quem passar por aqui!

Mari. 

Comente:

comentários